domenica 25 aprile 2010

Niente di ciò che vediamo è Reale


Tutto ciò che vediamo è qualcos'altro.L'ampia marea, la marea ansiosa. È l'eco di un'altra marea che sta laddove è reale il mondo che esiste. Tutto ciò che abbiamo è dimenticanza. La notte fredda, il passare del vento sono ombre di mani i cui gesti sonol'illusione madre di questa illusione. Fernando Pessoa



“Quasi tutti sin da bambini, veniamo condizionati molto profondamente da una cultura deviante, impariamo così, durante il corso della nostra esistenza, a mentire sistematicamente a noi stessi e quasi sempre in modo estremamente arguto. In questo modo subentra gradualmente in noi, senza che ne siamo troppo coscienti, un sottile autoinganno e si innesca un circolo vizioso, fatto di false convinzioni, che ci trascina inevitabilmente nel suo mondo illusorio. Arriviamo così ad avere un pensiero inautentico che ci costringe a vedere la realtà da dietro un velo; di conseguenza assumiamo comportamenti ipocriti e ci ritroviamo, inconsapevolmente, ad indossare una brutta maschera che tende a coprire il nostro vero volto, nascondendoci persino a noi stessi”. (Internet)

L’Universo ci fornisce soltanto un campo d’esperienza, una serie di fenomini oggettivi. Noi è che decidiamo come etichettarli. La materia, in realtà, non esiste. E’ soltanto energia che sembra essere condensata. Il nostro è un mondo puramente illusorio che rappresenta l'ombra del mondo reale. In realtà, non esiste nemmeno il caldo/freddo, sopra/sotto, bene/male. Siamo noi a decidere cosa sentiamo o proviamo e l’idea su questi concetti cambiano nel corso del tempo. Deffiniamo, per esempio, una giornata “fredda” quando d’estate il termometro segna 24 gradi, mentre d’inverno la stessa temperatura ci sembrerebbe “calda”. L’intero universo è il campo unificato in cui tutti i contrasti esistono, e in cui tutte le esperienze sono quindi rese possibili. La distanza tra i contrasti è irrilevante.
Nemmeno il presente immediato possiamo vederlo, quindi, non è reale. Tutto ciò che vediamo è già passato, anche quando osserviamo ciò che abbiamo davanti agli occhi.

Com’è possibile?

Nel momento in cui un evento accade, diventa una bolla di luce, di energia, che raggiunge i nostri occhi. Per raggiungerli richiede tempo. Mentre quella luce ci raggiunge, la vita continua a muoversi. Quando vediamo ciò che è accaduto, un altro evento ha già avuto luogo. Quando lo scoppio di energia raggiunge i nostri occhi, gli occhi mandano il segnale al cervello, il quale interpreta i dati e ci dice cosa stiamo vedendo, cioè, pensiamo a ciò che abbiamo visto e decidiamo di cosa si tratta, mentre ciò che accade precede questo processo. Più aumenta la distanza tra noi e il luogo fisico in cui accade un evento qualsiasi, più quell’evento recede nel “passato”. Se osserviamo un evento a qualche anno luce di distanza, vuol dire che ciò che vediamo è accaduto moltissimo tempo fa. Ma in realtà non è così. E’ semplicemente la distanza fisica a creare l’illusione del tempo. Nulla di ciò è reale. Vediamo l’immagine di ciò che una volta è stato un evento e che ognuno di noi stiamo dando un’interpretazione. La personale interpretazione di quell’immagine è quella che chiamiamo immagine-azione. Quindi, possiamo usare la nostra immaginazione per creare qualunque cosa, anche nel passato o futuro, perché la nostra immagine-azione funziona in entrambi i sensi.
Con la mente immaginiamo qualcosa, ed essa inizia a prendere forma. Più a lungo la immaginiamo più quella forma diventa fisica, finché l’energia che le abbiamo dato esplode letteralmente in uno scoppio di luce, proiettando un’immagine in quella che definiamo “realtà” e questa realtà cambia di persona in persona.
E’ molto difficile percepire qualcosa che non habbiamo mai avuto idea dell’esistenza fin quando non siamo convinti che esista davvero.Siamo fatti di atomi che sono energia pura nella forma più compatta possibile - questo è il mistero dell'origine del mondo. Ma siamo limitati, il nostro cervello registrare solo ciò che i nostri occhi percepiscono. La nostra mente registra tutto quello di cui abbiamo conoscenza. Quindi, ciò che esiste davvero non sono cose, ma i movimenti di consapevolezza delle scelte nel nostro subconscio. Le cose esistono nel mondo per la collaborazione del subconscio di ciascuno. E' vero, dunque, ché quando si guarda al microscopio il movimento di un atomo vedremo che può essere in due o più posti contemporaneamente. Quindi, quando si guarda qualcosa, ciò che esiste sono particelle delle esperienze che i nostri occhi un giorno hanno segnalato. Quando non stiamo guardando niente, esistono soltanto onde elettromagnetiche. Queste onde che si propagano darci le infinite possibilità che la fisica quantistica ci offre. Sono le possibilità di coscienza che esistono, dell’esperienza che abbiamo e che vengono a galla. Così, quando i nostri occhi registrano queste onde elettromagnetiche, il nostro cervello cattura una sola posizione possibile di questa particella, che è un'immagine che diventa l'esperienza che plasma la nostra realtà. Questo, la fisica quantistica chiama sovrapposizione. Perciò, ognuno è padrone del proprio destino, della sua realtà, poiché si sceglie la sovrapposizione che si desidera. Dobbiamo essere positivi e ottimisti e scegliere le possibilità positive che l'universo ci offre.
Fonte: Conversazione con Dio – Neale Walsch

lunedì 5 aprile 2010

4ª. Dimensão - o Salto Evolutivo da Consciência


Imagem Google

A Criação encontra-se às vésperas de um grande salto quântico consciencial. Dentro do concerto cósmico a Terra estará atravessando um portal dimensional.

Até alguns anos atrás, falar da existência de outras dimensões era coisa de ficção científica, mística ou maluquice. Desde que se elaborou a teoria das cordas de energia vibrando, localizada em um espaço/tempo de 6 ou 7 dimensões, a visão começou a se modificar.
Independe de se acreditar ou não, é um evento que já está previsto e programado há milênios e nada impedirá ou mudará o curso dos acontecimentos. Se verificará com a verticalização do eixo da Terra. 

Estudiosos de metafísica e especialistas na sabedoria antiga, alertaram sobre uma mudança dimensional que afetará nossas vidas. Essa mudança é dupla: por um lado responde a transformações na estrutura espaço temporal de nosso planeta, e por outro, envolve um salto evolutivo na consciência do homem.
Toda a humanidade está passando por uma mudança drástica. Esta mudança não é algo que esteja limitada a estes espaços. Não está limitada a um nível de vibração ou a um rótulo tal como “metafísico”. Ela está afetando a toda a Terra. O padrão baseado no medo está começando a mudar enquanto se revela a evolução da humanidade

Alteração da Consciência
Durante estes tempos desde que o planeta está se acelerando tão rapidamente para padrões de freqüência mais elevada, muitas pessoas experienciarão o despertar espontâneo e experiências de alteração da consciência. Devemos compreender e nos prepararmos para esta mudança que alterará para sempre o modo com que percebemos a realidade. Este processo é o destino divino de toda a Humanidade e de nosso planeta. Nós estamos em uma evolução acelerada e é o momento de nos prepararmos.
Alguns começam a desenvolver a telepatia, a intuição, a ver coisas de outras dimensões. E’ útil nos lembrarmos, porém, de que as vibrações operam como freqüências de sinais de rádio. Em outras palavras, nós veremos, sentiremos, afetaremos e perceberemos somente aquilo em que estivermos sintonizados em determinado estágio particular em nossa existência. Isto não quer dizer que outros estados vibracionais ou mundos não existam.
Determinadas atividades têm sido conhecidas por elevar as vibrações, tais como o canto, a meditação, a prece, manter-se saudável, crescer através dos desafios da vida, e fazer coisas que nos deixem felizes. Em uma vibração mais elevada, geralmente, não queremos mais comer ou beber determinados alimentos, tais como, o café, o chá ou a carne, os quais são densos e podem afetar a energia do corpo. Podemos começar a evitar produtos químicos de limpeza em casa, e preferirmos usar tecidos naturais.
Nós vivemos na 3ª dimensão, uma dimensão que constitui uma densidade corporal mental e emocional que impõe uma série de restrições físicas, e fazem com que os nossos corpos sintam determinadas emoções e distúrbios, pela lentidão da circulação da energia psico-elétrica nos canais de força. Quando as vibrações dos corpos vão se acelerando em saltos quânticos, a pessoa começa a vibrar numa freqüência mais sutil do que a 3ª dimensão.
É um processo individual em que cada pessoa se aprimora, se educa, controla os pensamentos, as emoções e começa a vibrar numa freqüência mais sutil.

Sintomas
Atualmente, nós estamos em uma fase de transição e de expansão para os reinos de experenciarmos a consciência mais elevada como seres humanos “multidimensionais” que vivem neste planeta. Durante esta fase do ciclo da Ascensão, nós experienciaremos muitos e vários sintomas físicos, pois mudamos as nossas células para padrões de freqüência mais elevada. Há uma ativação dos cordões adicionais do DNA (nós usamos somente 2 dos 12 no momento), uma terceira hélice física está sendo acrescentada ao nosso DNA o que, a um nível celular, causa estas mudanças.

A ciência em breve revelará que, devido ao processo de religação, toda a humanidade está em uma espiral da evolução humana sem precedentes, a biologia humana está mudando neste momento, a uma proporção surpreendente. A humanidade está evoluindo rapidamente e a um nível biológico que nunca foi esperado. A ligação energética do cérebro humano está mudando neste momento. O modo como as vias sinápticas se comunicam no cérebro humano está mudando. A humanidade está evoluindo bem antes da mudança de sua percepção e isto causará desafios nas pessoas, trazendo uma ampla variedade de efeitos em toda a humanidade. São desordens de energia - rotulado pelos cientistas como Fadiga Crônica ou Fibromialgia.
Veremos mais pessoas com insônia, com mudanças nos padrões do sono e no aproveitamento do momento do sono, do que nunca antes neste planeta. Muito disto é porque nós estamos nos tornando multidimensionais e estamos começando a experienciar outras dimensões de tempo e de espaço. Devido a isto, a nossa própria compreensão da realidade dimensional mudará. Com todas as mudanças físicas que estão ocorrendo, as emoções estão todas em desordem.

Aparecerão doenças aos ouvidos e sistemas vocais, enquanto estes adquirem novos transmissores para decodificar as transmissões de luz; transpiração excessiva, náuseas ou diarréia se apresentam, à medida que drenam densidade do interior das células físicas. O chacra do plexo solar liberará o medo, a raiva e o ressentimento armazenados
O Sistema Nervoso também será abalado e irá passar por estados de intenso nervosismo e ataques de ansiedade, podendo produzir sensações de ondas elétricas no corpo, provocando câibras e convulsões.
Outros sintomas temporários podem ser enxaquecas, refletindo a expansão do chacra coronário, sintomas de gripe, pois as toxinas estão sendo liberadas. Os músculos podem doer, se houver bloqueios impedindo o fluxo de energia, distúrbios emocionais sem razão, enquanto os bloqueios emocionais são liberados, e problemas respiratórios podem ocorrer quando o chacra cardíaco começa a se abrir. Os especialistas dizem que a razão dada para este desconforto durante o processo de transição é que a nossa freqüência mais elevada, o corpo não físico está mudando sem sincronicidade com o nosso corpo físico mais denso, causando sensações desconfortáveis temporariamente.
Para aliviar estes sintomas, é recomendado beber água pura, adicionar cristais para energizar a água, fazer refeições leves, exercícios leves para permitir que a energia flua. Quando for feita a completa separação, os sintomas desaparecem.

A Transição ou  Ascensão
A Ascensão nada mais é que uma mudança nos padrões de freqüência energética mantidos em um espaço dimensional, que quando absorvidos e ativados nas camadas do campo planetário e bioenergético humano, ativam a série de instruções do padrão do DNA. Isto catalisa uma cadeia de eventos, criando uma completa transformação e transmutação de vários padrões e programas mantidos nos padrões energéticos da jornada da alma humana dentro de um ciclo de tempo evolutivo.

Portanto, o processo da Ascensão se refere a mover a consciência de uma realidade para outra e a consciência de múltiplas realidades possíveis que existem simultaneamente. Quando as grades dimensionais do Planeta mudam, a sua freqüência e os seus atributos magnéticos mudam. Todas as coisas que existem dentro desta “larga faixa” da realidade, também mudarão e se transformarão de inúmeros modos. Isto também significa que a percepção de nossa consciência espacial, o nosso relacionamento com o tempo e o espaço também mudarão dramaticamente.
Cada um ascenderá quando preparado e pronto para isso, seja sozinho, em grupo, ou dentro da onda planetária em que estão imersos. Não há um período ou maneira estabelecida para a ascensão. A maneira mais fácil de comprovar que a ascensão aconteceu é observar a quantidade de júbilo que há na vida de uma pessoa. O começo da ascensão se dá quando uma pessoa começa a viver a vida criando suas fantasias como sua verdadeira realidade.

Estamos passando por mudanças individuais para entrarmos em uma consciência de Quinta Dimensão e nos tornarmos seres Multi-dimensionais. Para que isto ocorra estamos atravessando por certos processos Espirituais e Físicos que acabam aumentando a nossa sensibilidade. É como se, repentinamente, tomassemos consciência daquilo que estava escondido sob o “véu da ilusão”, despertando para a realidade. Este processo pode ser lento e difícil porque as mudanças serão imensas, mas, é necessario manter o equilíbrio. A sensação que temos é que nossa vida está de cabeça para baixo, como se o caos tomasse conta dela, gerando muitas vezes raiva, frustração e irritação, fazendo com que explodimos com as pessoas ou desatamos a chorar sem motivo aparente.
A depressão, provocada pela percepção de que muitas coisas em suas vidas já não servem mais, acaba provocando uma perda da motivação e o desejo de não fazer absolutamente nada. Faz parte do processo.
Será normal, também, ver relacionamentos entrando em colapso, provocando términos repentinos de amizades e uniões que pensavam ser sólidos. Um dos fatores para que isto ocorra é a dependência ou o fato de termos dificuldade de nos expressarmos como realmente somos, o que, possivelmente, poderá causar profundas dores.

O Corpo de Luz
Como processo, dá-se a mudança no corpo físico, mesclando-o com o espírito em uma nova unidade. Este novo ser é um ser perfeito de luz, em um corpo físico de luz.
o aspecto mais excitante do Corpo de Luz é este experimento transformar-se numa armadura, ou contêiner físico, (corpo físico biológico) de um veículo adequado para unir-se completamente a seu Ser Superior e desenvolver-se junto com uma modificação fisiológica.
Esta mixórdia se cria a partir de uma série de descidas do espírito, estabelecidas em seu progresso temporário (rapidez) pela quantidade de luz que são capazes de conter em suas células. A quantidade de luz acionada pelas células físicas determina a qualidade do Corpo de Luz e, quanto mais elevado é o conteúdo de luz, menos denso é o corpo. Quanto mais luz maneja em seu corpo físico, maior nível espiritual pode acolher este corpo, à medida que o nervo óptico troca o caminho da luz e ativa-se a glândula pineal.
Para alguns, o corpo pode resistir a perder densidade por causa da descida do espírito. Um sintoma disso é o ganho de peso. O corpo aumenta seu volume para poder acolher a massa espiritual. A única maneira de deter o aumento de peso, uma vez iniciado, é com exercício físico. O exercício deve ser suficiente para gerar ganho de massa muscular. Criar músculo, massa muscular protege o sistema nervoso, porque as energias que descem são mais fortes do que aquelas que o sistema nervoso está acostumado. A malha adiposa não pode proteger o sistema nervoso, como o faz o músculo que aceita a sobrecarga do sistema nervoso. A massa muscular criada pelo exercício recolhe a sobrecarga do sistema nervoso e convence a consciência físico corporal de que é capaz de acolher o espírito.

Essa passagem, não se trata de um "salto" de uma a outra dimensão, mas um aumento paulatino da vibração de nossa consciência. Quanta mas espiritualidade pomos em nossa vida (mas consciência de quem sou em realidade); quanto, mas desencardimos nossos pensamentos e emoções, mas vibramos em uma freqüência, mas elevada. Uma vez alcançada uma vibração afim à quarta dimensão, os fatos e personagens da terceira vão desaparecendo para nós e já não nos afetam.Aqueles que se esforçam em manter esta freqüência vibratória elevada começam a sentir que literalmente "estão vivendo em outro mundo", cheio de coincidências significativas, desejos que se cumprem e fenômenos extraordinários. Chegará um dia em que não recordaremos como era a vida em uma terceira dimensão. Esquecer-nos-emos do que era experimentar o medo e a falta de amor. O mundo, tal como o conhecemos, desaparecerá, deixando em seu lugar outro, mas luminoso e sereno.
Logo, não haverá "O Fim do Mundo", mas o início de um novo mundo, de uma nova civilização, de uma nova humanidade.
Não há por que preocupar-se. Não despertará um dia para encontrar que tudo desapareceu. Até que todas as consciências do planeta se elevaram ao nível necessário como para que se produza a passagem dimensional, a terceira dimensão seguirá existindo com toda seu "solidez".
Porque o DNA é importante para a espiritualidade! - Cap. VI

Fonte: http://www.anjodeluz.com.br
http://carmenarabela.wordpress.com/
http://karinpsicologa.wordpress.com/
http://semeadoresdeestrelas.blogspot.com/