mercoledì 26 novembre 2008

Come si forma la Coscienza di massa. Manifestzioni contro violenze aumentano i soprusi





Manifestazioni CONTRO violenze non fanno che aumentare i casi di soprusi!


Morti bianche, abusi sui bambini, violenza contro le donne…la ripetizione ininterrotta di nuovi eventi simili, fa paura!

In genere, quando i media riportano certe notizie di cronaca, si nota che solitamente iniziano a verificarsi ondate di eventi simili a catena, su scala nazionale. Come mai?

Seconda la Legge dell’Attrazione, la più potente legge del’Universo, simile attrae simile.
Tu sei il più potente magnete dell’Universo! Dentro di te c’è una forza magnetica più potente di ogni altra cosa al mondo, e questa imperscrutabile forza magnetica viene emessa per mezzo dei tuoi pensieri”. The Secret.

Prestare attenzione a un qualunque oggetto non fa che amplificarlo, perché l’attenzione rivoltagli attiva una vibrazione corrispondente alla quale la Legge dell’Attrazione risponde. E’prestandovi attenzione che si aumenta il potere delle cose che non si vogliono. In altri termini, benché ogni pensiero abbia una potenziale forza d’attrazione, quelli che si accompagnano a una forte emozione sono i più potenti. (Per il bene o per il male).
I notiziari incrementano e potenziano gli eventi spiacevoli, quando ribattono tempestivamente certi episodi, in quanto in questo modo un numero molto maggiore di persone che, spaventate dalla prospettiva di succedere con uno dei suoi cari o con se stesse, si concentrano su quello evento contribuendo involontariamente alla creazione e ripetizioni di nuovi eventi simili.

Il potere emozionale degli individui, infatti, aggiunge grande influenza a tutti gli eventi che succedono nel mondo. Questo fenomeno è quel che si chiama coscienza di massa.
Quando si dedica attenzione a una cosa, la capacità di attrarla incrementa.
E’ comune notare un aumento di persona affetta da una certa malattia quando la malattia viene continuamente presentata e particolareggiata dai Media.
Quando la gente permette all’attenzione di concentrarsi sulla serie infinita di patologie diffuse nelle innumerevoli statistiche, questo influenza sensibilmente l’incremento della malattia nella società.
Quando si valutano le statistiche relative al numero di rapine in ville e appartamenti, subito dopo un’ondata di rapine cominciano a verificarsi, ininterrottamente, come per magia; lo stesso è successo qualche tempo fa con l'inseguimento al batterio killer Escherichia Coli che, dopo una lunga camminata tra germogli di soia, fagioli,centrioli, acqua inquinata…  il killer, pare, ha fatto sosta sui pomodori… oppure mi sbaglio…  Fato sta che, tra accuse e smentite, i prodotti ortofrutticoli, dopo condannati, vengono assolti e la Belva.. dov'è? Boh! Adesso, l'ondata di criminalità minorile non si ferma e i giovanissimi, ogni giorno, commettono reati sempre più gravi. Com'è possibile?


Bisogna capire che, se molte persone sono state stimolate da questi simili pensieri  e si lasciano influenzare dalla paura, continuerà a crescere sempre di più. Ammonimenti di questo tipo non proteggono delle sciagure, le rendono, invece, più probabili: riesce così bene a renderci consapevoli della diffusione degli episodi, portandoli continuamente alla nostra attenzione che, non solo ci riusciamo pensare con emozione, ma si arriva anche ad aspettarseli.

C’è un antico insegnamento secondo cui, per guarire il mondo dobbiamo diventare noi stessi, le condizioni che veramente portano guarigione.
Ciò è stato comprovato anche a livello scientifico: si è scoperto che le nostre emozioni e sentimenti influenzano il DNA, che a sua volta influenza gli atomi e le molecole di quanto ci è vicino.

Esiste un nesso profondo tra i nostri pensieri collettivi, i nostri sentimenti e le nostre aspettative, e la realtà esterna.
A causa della Legge dell’Attrazione, ogni individuo è come un potente magnete, che in ogni momento attira a sé ciò che corrisponde al suo stato d’animo.
Manifestazioni contro la guerra, contro violenze sulle donne e bambini, contro la devastazione del pianeta, non fa che aumentare i casi di soprusi, dato che lì ci si concentra una quantità considerevole di energia e vibrazioni che li attirano.
Più il pensiero è ricco di dettagli e più vi si presta attenzione, più è probabile che se ne attragga il contenuto. Quando non vogliamo qualcosa – un’emozione basata sulla paura – la nostra paura in realtà alimenta ciò che diciamo di non volere. Dire “essere contro la guerra”, finisce col dare forza all’idea di guerra perché focalizza l’attenzione su di essa.

Le manifestazioni devono essere sempre a favore di qualcosa, mai contro.
Possiamo lavorare su noi stessi e sul mondo estendendo la nostra capacità di coscienza. Cambiando la coscienza umana si può cambiare e guarire il mondo.

martedì 18 novembre 2008

Trabalhar duro para Sobreviver é necessario, ou é uma falsa crença?.



Nem sempre o sucesso, chega através de trabalho duro. Quem acredita que todo sacrifício deve ser recompensado ou que trabalhar duro é passepartout para o sucesso, tá na hora de derrubar esse paradigma. Se fosse assim, todo pedreiro tinha um yacht e toda “dona de casa”, com 4 filhos e marido pra cuidar, tava limpando a poeira com cédulas, em lugar do lustra móveis, mas não é isso que vemos na realidade.

Nós construimos nossa realidade, observando os fatos e encaixando-os em esquemas, para formarmos nossos modelos mentais. Esses esquemas estão presentes em todo o conhecimento que adquirimos ao longo da vida, podendo “anestesiar” e impedir a aquisiçao de novos modelos de informação, se não nos atinarmos.
Por causa desses esquemas pré-estabelecidos, nem sempre se interpreta de maneira correta aquilo que se vê. Eles podem representar barreiras que bloqueiam o progresso pessoal e profissional.

Todos nós acreditamos que o que vemos corresponda sempre à “realidade”, quando na verdade, estamos enxergando uma representação, um mapa que construimos com as lentes que usamos para olhar o mundo e as coisas em torno a nós. Desse mapa é que surgem os nossos paradigmas. Quanto mais nossas lentes forem deformadas, mais distante nos colocamos da realidade. Se interpretarmos a realidade de uma forma muito errada, vamos de encontro a resultados sempre fora do contexto da realidade, logo, diferente daquilo que esperamos. Daí as decepções, os desacertos e frustrações contínuas porque, os conceitos que temos de como a vida e o mundo atual funcionam, estão altamente equivocados.

A nossa vida é uma afirmação do modo em que percebemos a realidade. Todos os dias, nos alinhamos, positiva ou negativamente, com qualquer coisa que percebemos como “verdade”. Assim como o mito do trabalho duro, muitas outras crenças equivocadas estão infiltradas em nossa cultura e são encaradas como verdade absoluta e achamos que “é assim q as coisas funcionam”.
Qdo nos propomos a atingir uma meta importante na nossa vida, duas forças entram em açao: a força da vontade e a da imaginação. Se elas não caminharem harmoniosamente juntas, pode apostar que, quando entrarem em conflito, vencerá sempre a força da imaginação.
Vc pode aplicar todos os métodos técnicos, esforços sobrenaturais, know how etc, mas se uma simples vozinha lá dentro, começar a importunar dizendo “vou fazer mas não vai dar em nada; não vou conseguir recursos bastante; vou realizar mas sei que não vai render muito dessa vez; vou fazer só pra pegar experiência, na próxima, vai melhorar etc”, isso quer dizer que as duas forças estão em conflitos e o resultado já sabe como vai ser.

Por que é importante pensar sempre positivo?
A mente é dividida em 2 partes distintas: a consciência que nos ajuda a tomar decisões necessárias do cotidiano - quando temos que afrontar situações novas e precisamos usar a razão para saber o que è preciso fazer – e o subconsciente que nasce da repetição dos comportamentos adquiridos: digitar, dirigir, tocar um instrumento etc. As informações passam pela consciência e são transferidas diretamente ao subconsciente que as armazena como forma de lembrança, registrando, também, os sentimentos que as acompanham. Depois que ele armazena, vc nem precisa raciocinar pois ele aciona tudo direitinho. Ele é doidinho mas nos ajuda muito, né? Mas...

Derrube seus paradigmas mudando a postura mental!
Qdo se diz q devemos repetir frases positivas, pensar sempre positivo etc, não é jogar ali uma frase ou pensamento e Aladim chega pra fazer a magia. É uma ordem que o subconsciente recebe e, como fiel servidor, ele obedece. Quando, por exemplo, sentimos que, por qualquer motivo, não seremos à altura de superar determinada situação, no subconsciente permanece um fragmento de informação negativa (a lembrança de um falimento, por exemplo), no momento em que a mesma situação ou uma análoga se reapresenta, o subconsciente, que já armazenou a experiência, te passa a informação de falimento e essa sensação te acompanhará em todo o processo, condicionando o resultado ao falimento.

A tomada de consciencia dessa cadeia evento-lembrança-comportamento, é que faz com que você mude a postura mental, quando tiver de afrontar situaçoes que tiveram êxito negativo.
Logo, o único modo de influenciar e evitar o resultado negativo dos nossos comportamentos é agir diretamente no subconsciente, selecionando e ré-instalando pensamentos novos e positivos, repetidamente.

Leia mais sobre esse argumento no capitulo XII "Criando Abundância" do livro "Deus é Quântico e está no DNA - Revelações"

TRAILER DO LIVRO

Fonte: Internet

domenica 9 novembre 2008

Tics e mitos da cultura moderna de massa


A beleza é relativa
Qual o sistema que dá legitimidade para valorizar uma obra de arte ou definir que Brad Pitt è bonito e Lula é feio?
Depende de que coisa se entende por beleza artística ou física que seja.
Segundo Jean Clair – crítico francês e histórico de arte – “no mundo contemporâneo, para se criar um valor, precisa somente de uma santa trindade: o crítico que oferece o seu ponto de vista, o colecionista pronto a comprar e o diretor de museo que coloca o timbre oficial. Se existem esses três personagens, é possível comprar qualquer pedaço de cartão sujo da tinta que D Maria estava pintando seus frascos, pensando sempre que se está comprando lebre e não gato ”. Palavras de bom entendedor.

Mas, pegamos, por exemplo, um quadro de Damien Hirst e presenteamos a uma inteligência extraterrestre. Será que daremos boa impressão? Pode até ser que os ETs apreciem o nosso gosto sobre a beleza e gostem muito do presente. O que mais poderiam dizer de nossa arte? Não podemos conjecturar que eles achariam bela e profunda a nossa expressão artistica. Além do mais, nós mesmos temos já algum problema em definir o valor estético de uma obra de arte, tou certa? (Imaginem medir a beleza de Lula da Silva!)
E nós, o que poderiamos dizer da arte dos alienigenos? Dado que os Ets devem possuir sentidos diferentes dos nossos, é muito dificil imaginar como seriam as artes e os tipos de divertimentos deles.

Hipotizamos que, para essas criaturas, o sentido mais importante seja o olfato e que a visão deles seja limitada ou totalmente nula. Que tipo de coisas se poderia encontrar na casa deles? No lugar do quadro de Barney Cattelan, poderia ser colocado pedaços de madeira aromática, ou, no lugar de um sofá Chateau d’Ax, se poderia encontrar puffs que exalam perfumes floreais, quando se sentam?
Os indivíduos equivalentes a Picasso e Rembrandt, por exemplo, não pintariam, mas preparariam deliciosas composições de perfumes.
A revista aliena, correspondente a Playboy seria visivelmente insignificante mas, repleta de aromas eróticos.
A arte culinária, poderia ser como a nossa arte visiva ou auditiva: saborear uma comida particularmente refinada, seria como ouvir a Quinta Sinfonia de Beethoven.
Uma pena que não podemos ainda provar se eles existem realmente!!

No caso em que existissem extraterrestres, tecnologicamente avançados, eles teriam se dado conta da nossa existência, somente no final do século XX , com a evolução do rádio e Tv.
Os vídeos-programas mais medíocres da nossa televisão, estão viajando em direção à Alpha Centaurie e, quem sabe, as Xuxas e Angélicas (atuam ainda???) estão indo divertir as crianças da constelação Orion. Programas como BBB, Tv Fama, Domingo Legal e Silvio Santos, talvez estão se difundindo no espaço sob forma de sinais eletromagnéticos, que podem ser individuados a grandíssima distância, através de dispositivos de recepção, tão grande quanto um radiotelescópio.

E eu lhes pergunto: que impressão poderia causar tais programas a uma inteligência aliena? O fato que, um dos primeiros sinais da inteligência terrestre, possa sair da boca de Bart Simpson, é uma coisa preocupante.
Por mais difícil que seja de se digerir, os nossos programas de entretenimento, são as primeiras mensagens que temos expedido para o espaço. E, se um dia tivermos que receber transmissões de um outro planeta, serão igualmente programas alienigenos de divertimento.

Vamos tentar imaginar: O mundo inteiro em suspense, esperando ver as primeiras imagens extraterrestres pela BBC. Aparece um Pedro Bial, super bronzeado, que apresenta o evento ao vivo. Então, eis que entra nas nossas casas, o equivalente à Pamela Anderson em um biquini Cavadão, ou o equivalente ao grupo Jones Brothers, composto de celenterados vociferantes. Ficção científica? De jeito nenhum. De fato, os estudos satelitares nos informam que as imagens do Super Bowl, difusas mais do que qualquer outro sinal no mundo, seriam as mensagens terrestre mais facilmente captáveis. Os estudiosos nos dizem que o primeiro sinal vindo de um mundo alienígeno, poderia ser o equivalente a uma partida de football americana. Daqui, podemos tirar duas interessantes lições:
1. É melhor não julgar uma inteira cultura baseando somente em programas de entretenimento.
2. Podemos aprender muito de uma cultura, olhando em que modo as pessoas se divertem.
Fonte: Riflessioni sull'orlo dell'apocalisse