ES2

sabato 18 settembre 2010

A morte não existe – existe somente uma percepção inter-dimensional




As ciências que são invisíveis - O que você acha que te separa de alguém que você amou e perdeu recentemente? Vou te dizer a verdade: não existe tal coisa como o espaço entre vocês! Sabia?
Vos digo que quando esta mensagem chegar aos ouvidos a quatro dimensoes, vai ser um conto de fadas! Será um absurdo para muitos. Talvez o absurdo de hoje será a realidade de amanhã? (Kryon)


O tema desta lição é tentar dar-lhes uma verdadeira ciência que é invisível. Mas, talvez, depois de tudo, isso não será uma fantasia - isto é, alargar a sua lógica para as coisas que estão fora de sua realidade, mas que, na verdade, se encontram dentro dela, mas são invisíveis.
Antes de começar, queremos vos dar uma compreensão perceptiva de uma percepção não compreensível.

Eu não estou entendo nada, alguns estão pensando.
Vocês vivem em quatro dimensões, mas algumas pessoas chamam de três. E é adequado que seja limitado, porque é uma escolha de vocês; esse foi o acordo, e esta é uma prova.
A dificuldade do teste consiste em ver se você pode escavar naquela coisa que vocês chamam biologia, aquilo que vocês pensam ser 4D, e descobrir a centelha interdimensional que permitirá que muitas coisas aconteçam. Alguns têm chamado isto ativar peças e fragmentos de seu DNA. Oh, isso é apenas uma descrição linear! Vai muito além disso, mas você não é capaz de percebê-lo. Também não posso ensinar-lhes, porque está completamente fora dos limites da percepção de vocês. Simplesmente não pode ser explicado.

Deixe-me dar-lhe uma metáfora para o que é inexplicável.

Imagine por um momento que você desembarcou num planeta onde todos os que estão diante de você têm uma visão em preto e branco. Essa é a evolução deles e lhes serve muito bem. Eles vêem milhões de tons de cinza e ficam encantados! É bonito para eles. Eles não podem imaginar qualquer outra coisa e estão muito felizes com isso. Eles vêem tons de cinza, do mais branco dos brancos ao mais negro dos negros e amam entrar nas florestas e ver aquele cinza particular; e aquele cinza particular, como é lindo para eles! Trata-se daquilo que a evolução deu para eles e é profundo. Mas os olhos deles são diferentes dos seus. Sua tarefa é falar das cores para eles! Vou lhe dizer o que vai acontecer: não passará muito e eles começarão a te evitar. Voce os ouvirão dizerem: Olha! Aqui está um estrangeiro que vê coisas estranhas. Tenta dizer-nos que nós não vemos tudo, e ele pode ver muito mais. E tem mais, sabe? Ele quer que vejamos além da realidade que somos habituados a ver. Talvez não devêssemos frequentar uma pessoa desse tipo.
Talvez comentarão: Você tem provas? Como você pode ver uma coisa dessas? Quem é você para me dizer isso?

Como você pode descrever a cor para alguém que só vê em preto e branco? 
Vou lhe dizer outra coisa: como você pode descrever a cor a uma pessoa cega? Pense nisso: eles não têm nem mesmo os conceitos das formas. Eles nem sequer vêem em branco e preto, mesmo assim, você pensa poder dizer-lhes sobre a cor? Isso não se pode fazer, você poderia dizer.

E se você disser isso, você está certo! É tao difícil como explicar a 12D a um ser humano 4D (quarta dimensão), mas vamos tentar fazê-lo.
Pense em dois objetos sobre uma mesa. Digamos duas maçãs, se quiser. O que você vê?
Bem, Kryon, eu vejo uma coisa e depois tem um espaço e depois vejo outra coisa. Vejo, também, a mesa.
Isso é muito quadrimensional, e é certo para sua realidade. Mas eis aqui algumas informações que vos daremos e que se trata de ciência: não existe tal coisa como um "espaço entre as duas maçãs." Tudo existe em uma constante ininterrupta de completa energia, sempre mudando. E se você tivesse óculos interdimensionais, você não veria os dois objetos e uma mesa. Em vez disso você iria ver um processo! E dentro deste processo, as cores lhe diriam onde as diferenças de energia criariam o que você considera sólido ou espaço. Elas não são objetos! São um processo de energia que está constantemente em movimento. Eu não posso explicar-lhe tudo, a não ser que estes metafóricos óculos interdimensionais lhe dirão uma coisa dramática: eles mostrarão que não existe tal coisa como o espaço entre dois objetos.

A morte não existe

Você se sente separado de um ente querido? Talvez ele pode estar do outro lado da terra? Não existe tal coisa como o espaço entre vocês! Não existe! Vocês estao ligado nesse exato momento. No nível quântico, vocês estão conectados. Oh, deixe-me dizer-lhe uma das grandes .... algo que você precisa ouvir de novo. O que você acha que o separa de alguém que você amou e perdeu recentemente? Ouça-me, eu estou falando com você! (Kryon sabe quem está aqui e quem està lendo). O que você acha que vos separa? Um imenso espaço? Pensa que seja a morte? Vou te dizer a verdade: não há nenhum espaço entre vocês, mas há somente uma percepção inter-dimensional.

Dentro da verdadeira dimensionalidade (não a 4D), não existe tempo linear e não existe a distância. A vida é para sempre. Sua percepção da vida é a sua vida humana, como se isso fosse tudo aquilo que existe. E isso me faz rir. Não há nenhum espaço entre você e aqueles que você amou e perdeu. Absolutamente NADA! Mas em 4D você diz que existe, e choram por aqueles que, na quarta dimensão, se foram por causa daquilo que vocês chamam de morte humana. Mas quando você usa aqueles óculos interdimensionais, eles estão aqui!
Na interdimensionalidade, tamanho, forma, tempo, distância - não são por nada como as de vocês. Então vamos entrar em algumas questões científicas que são interessantes para muitos. Na quarta dimensão, quando a sua ciência começou a observar a forma do átomo e suas partes, vocês descobriram que havia uma tremenda quantidade de espaço entre o núcleo e a massa dos elétrons de cada átomo. Era um espaço enorme em relação à unidade em si (a matéria do átomo). Há tanto espaço entre as partes que um cientista olha agora para a matéria e diz: Você sabia que a maior parte da matéria é feita de nada .... é apenas espaço? Diga-me, existe sentido nisso? Sua lógica de quatro dimensões sustenta um conceito pelo qual os objetos físicos, na sua realidade, são na maior parte vazios entre as partes atómicas? Não é por nada!.

Agora, use aqueles engraçados óculos interdimensionais e vou lhe dizer que não há espaço entre o núcleo e a massa dos elétrons. Pelo contrário, há um processo e está cheio de algo que você não tem nenhum tipo de nome para ele e nem mesmo nós o temos. Vocês devem descobrir por si mesmos, mas digo que é o nome de uma colaboração de duas energias chamadas Magnetismo e Gravidade. E essas duas energias-irmãs são absolutamente inseparáveis. Vocês nunca encontrarão uma sem a outra.
Os cientistas estão tentando separar um processo. Eles querem colocar a gravidade e o magnetismo em compartimentos separados, mas não poderão fazê-lo.

O Magnetismo e a gravidade são inseparáveis, e quando vocês verem anomalias em um, é o outro a causá-la. É um processo invisível, você sabia? Os experimentos com magnetismo alterarão a gravidade e mudarão o afastamento de fase da matéria em si! Mudam os parâmetros da distância e do tempo também. Mas a vossa mente linear não permite que você veja o processo. É invisível para você.

Logo, aquilo que vocês chamam morte, não passa de um processo, porque a Vida não termina NUNCA!

Nessun commento: