lunedì 7 aprile 2008

Aberrações da natureza 1


Menina nasce com duas cabeças

Há três semanas atrás, nasceu na Índia, a 50 km de New Delhi, uma menina com duas caras. Possue 4 olhos que vêem em direções opostas, com um ângulo de 90 gráus, duas bocas e dois narizes, tudo em uma só cabeça. Com uma boca se nutre e com a outra, chupa o dedo polegar. O pai, um operário, Vinod Kumar e a mãe – Sushma, afirmam que usam, indiferentemente, uma boca ou outra pra nutrí-la.
O fenômeno está chamando a atenção de milhares de curiosos que já estão venerando a criança como a encarnação do deus elefante indú – Ganesh. (É, mole!)
Segundo os médicos, se trata de um caso raro de fusão de dois crânios e que, qualquer hipótese de eliminar uma das cabeças, é totalmente fora de cogitação.

Aberrações da natureza 2

O pai de uma menina recém-nascida é também seu avô

Um caso de incesto, sacode a Austrália: John Deaves, 61 anos, e sua filha Jenny, 39, revelam de haverem uma filha, que hoje tem 9 meses, e que é já o segundo fruto do incesto. Em 2001, tiveram um outro filho que morreu, poucos dias depois que nasceu.
Como era de se esperar, a mídia caiu em cima como urubú na carniça. Em um talk-show de uma rede televisiva – Nine – foram convidados pra contar a história deles, no programa “60 Minutos” e afirmaram que a relação incestuosa foi iniciada há 8 anos atrás. John tinha abandonado a família quando Jenny tinha somente um ano. Durante 30 anos, os dois nunca se viram – conta Jenny. Ela se casou e teve dois filhos até que se reencontraram e foi logo amor à “primeira vista”. Depois de duas semanas, começaram a haver relações íntimas que, segundo os psicólogos, se trata de “uma atração sexual genética” (durma com esse barulho...)
No entanto, um tribunal de justiça, os condenou a três anos de liberdade vigiada e nao poderão mais haver relação sexual.
De acordo testemunhos colhidos durante o processo, a criança, fruto da relação, é perfeitamente sadia. Mas o juiz que proferiu a sentença, os chamou a atenção para os riscos congênitos que sofrem as cranças que nascem de relações incestuosas, podendo haver graves consequências psicológicas que derivam de uma situação familiar assim tão anormal.
Fonte: Libero.it

Nessun commento: