martedì 20 marzo 2012

Hitler foi parar no céu! Como é possível?


Aqui está um tema que realmente fará discutir! É difícil de engolir, mas depois que você ler por qual razão Hitler foi absolvido por Deus, você não poderá deixar de compreender.

No best seller Conversando com Deus, o autor Neale Donald Walsch, com extraordinária simplicidade de estilo, instaura um diálogo com Deus, aparentemente impossível, mas que mudou a vida de milhões de pessoas em todo o mundo (além das críticas e polêmicas por outros milhões de religiosos fundamentalistas), encontrando, finalmente, a chave do segredo capaz de abrir a porta para uma compreensão mais ampla de nós mesmos e dos outros. Quantas vezes, durante o curso da nossa existência, especialmente em momentos de aflição, sentimos desejo de se comunicar diretamente com Deus, lhe fazer perguntas simples mas ao mesmo tempo urgentes, questões que têm acompanhado o caminho da humanidade: quem somos, existe o além morte , o céu e o inferno, o apocalipse, a morte de entes queridos e assim por diante...
Todas essas perguntas Whalsch fez a Deus e, aproveitou a “deixa” para matar uma curiosidade que està engasgada na garganta do mundo inteiro:
Onde foi parar o patife do Hitler?
E ... para surpresa de toda a humanidade, Deus respondeu.

Walsch: Vou fazer uma pergunta que muitos, certamente, gostariam de lhe fazer: Como é possível que Hitler foi para o céu? 
Ele foi condenado ao inferno por todas as religiões do mundo!

Deus: Primeiro de tudo, ele não poderia ir para o inferno, porque o inferno não existe, logo, resta apenas um lugar onde ele poderá ter ido. Mas não quero fugir à sua pergunta; a verdadeira questão é estabelecer se Hitler agiu de modo "errado" ou não. A idéia de que era um monstro, é baseada no fato de que ele mandou matar milhões de seres humanos. Digo bem?

W: Exato.

Deus: E se eu lhe dissesse que o que vocês chamam de "morte" não existe, mas é a melhor coisa que lhes possa acontecer?

W: Eu acharia difícil de aceitar

Deus: Você realmente acha que é melhor se viver na Terra do que no Céu?
Digo-lhe isto: no momento da morte, você descobrirá a maior liberdade, a maior paz, a maior alegria e o mais profundo amor que você já tenha conhecido. Devemos punir Sora Raposa porque matou o irmão Coelho? Pense sobre isso.
Hitler não fez nada de "errado", simplesmente fez o que fez. Errado é um termo relativo, que significa o oposto do que chamamos de "certo". O certoe o errado são apenas definições que atribuímos aos eventos e circunstâncias baseadas em nossas decisões em questão.Ti lembro que, durante muitos anos, milhões de pessoas pensaram que suas ações fossem "certas". Se você manifestar uma idéia maluca e dez milhões de pessoas concordam com você, provavelmente irá achar que a idéia não é tão maluca assim. No final, o mundo decidiu que Hitler tinha "errado". Em outras palavras, as pessoas tiveram a oportunidade de redefinir Quem Eram e Quem Escolhiam de Ser, em relação à experiência vivida com o ditador. Existiram outros Hitlers e outros  Cristos, e ainda existirão mais. Estejam sempre vigilantes, porque, entre vòs, vivem pessoas com grau alto ou baixo de consciência. Que consciência escolherão para si mesmo?

W: Eu ainda não entendo por que Hitler foi parar no céu. Como é possível que ele tenha sido recompensado pelo que ele fez?

Deus: Primeiro, lembre-se que a morte não é um fim mas um começo, não è um horror, mas uma alegria. Este é o momento mais feliz da vida, porque ela representa uma continuação, tão magnífica, exultante, sábia e cheia de paz, que se torna difícil de descrever e impossível de entender. Então, como eu já expliquei, antes de tudo, você deve entender que Hitler, mesmo sem se aperceber, acabou com o sofrimento de muitas pessoas. Buda disse: A vida é sofrimento, e ele estava certo.

W: Mas, mesmo se eu aceitasse essa explicação, resta o fato de que Hitler não sabia que estava  agindo com todas essas boas intenções, mas pensava em fazer o mal.

Deus: Absolutamente não. Você ainda não entendeu que, na realidade, ele estava convencido de  ajudar seu povo. Ninguém faz nada de "errado" estando de acordo com sua própria concepção do mundo. Se você acredita que Hitler estava se comportando como um louco e estava consciente disso, não colheu, por nada, a complexidade da experiência humana. Ele pensava de estar  trabalhando para o bem de seu povo, que concordava com ele! E isso foi a verdadeira loucura. Vocês declararam que Hitler "errou" e, dessa forma, vocês alcançaram uma compreensão mais profunda de si mesmo, e isso é bom. Mas não condenem Hitler por ter permitido uma melhor compreensão de Quem Vocês São. Alguém tinha que fazê-lo.
Você não pode conhecer o quente sem ter experimentado o frio, nem o alto, sem conhecer o baixo, nem esquerda sem direita. Não culpe um e abençoe o outro; porque assim fazendo, significa não ter entendido. Por séculos, a humanidade condenou Adão e Eva por terem cometido o Pecado Original. Na verdade, não era um pecado, mas uma Bênção Original, porque sem ter comido o fruto proibido, sem o conhecimento do bem e do mal, vocês hoje nem mesmo saberiam que existissem duas possibilidades! De fato, antes da expulsão de Adão e Eva, essas oportunidades não existiam, não havia o "mal". Aquilo era o paraiso, mas vocês não sabiam, vocês não poderiam saber o que é a perfeição, porque não conheciam nada mais que isso. Então, vocês deveriam condenar ou agradecer a Adão e Eva? E Eu, o que deveria fazer com Hitler, na sua opinião?
Te digo isto: o amor, a compaixão, o perdão, a sabedoria, a intenção e o propósito de Deus, são tão vastos de modo a compreender o crime mais hediondo e o criminoso mais atroz. Talvez você não concordará, mas não importa. Você acabou de aprender algo que queria saber.

Em qualquer caso, Hitler foi para o céu, pelas seguintes razões:

1. Não existe inferno, logo, não havia nenhum outro lugar onde ele pudesse ir.
2. Suas ações foram simplesmente ações erradas, de um ser não evoluido, e os erros não devem ser punidos, mas corrigidos, dando a quem tenha cometido, uma possibilidade de evolução.
3. Os erros de Hitler não causaram qualquer dano aos seres que morreram por causa sua. Aquelas almas foram, simplesmente, liberadas de suas obrigações terrenas, como borboletas que sairam do casulo.

Vamos primeiro falar do Propósito: tudo o que acontece, todas as experiências são projetadas para criar oportunidades. Seria errado considerá-las "obras do diabo", "castigo divino", "recompensas celestiais" e assim por diante. É o que pensamos, fazemos e somos em relação a estes eventos que lhes dão um significado. Os fatos e experiências são criados por vocês, individualmente ou coletivamente. A consciência cria a experiência.
Vocês estão tentando elevar sua consciência, e podem usar qualquer experiência como uma ferramenta para entender Quem vocês São. Como a Minha Vontade é deixar vocês experimentarem Quem Vocês São, eu lhes permito viver qualquer evento que escolham.

A vida não é um produto do acaso. As experiências e os eventos de ordem planetária, são a manifestação de uma consciência coletiva mundial, e decorrem das escolhas e desejos do grupo como um todo.
Como eu disse, os eventos que v
êm acontecendo no seu planeta há três mil anos, refletem a Consciência Coletiva. E o termo que melhor descreve o nível de consciência humana hoje, é… "primitivo".

A experiência Hitleriana foi o resultado de uma consciência de grupo, e seria muito cômodo dar toda a culpa somente a ele. Hitler não poderia fazer nada sem a cooperação ou submissão de milhões de pessoas.
Os alemães devem assumir uma grande carga de responsabilidade pelo Holocausto, mas grande parte do ônus recai, também, sobre toda a raça humana, que permaneceu indiferente e decidiu agir somente quando a Alemanha atingiu um tal sofrimento, ao ponto em que, nem mesmo o mais inveterado isolacionista poderia continuar a ignorá-lo. A consciência coletiva preparou o terreno para o movimento nazista, Hitler aproveitou o momento, mas não o criou.

É muito importante aprender esta lição: a consciência de grupo baseada na separação e na superioridade, produz necessariamente uma perda de compaixãode  massa, seguida,  inevitavelmente, da perda de consciência. Um rígido nacionalismo leva a ignorar as condições dos outros grupos, e a responsabilizá-los pelos próprios problemas, justificando assim a represália e a guerra.
O horror da experiência Hitleriana reside, não tanto no que o ditador fez à humanidade, mas no  que a humanidade lhe permitiu de fazer. Não é surpreendente que ternha surgido um Hitler, mas que tantas pessoas o tenham seguido e apoiado. É vergonhoso, não só que este homem tenha matado milhões de judeus, mas, também, que tenha sido freiado somente depois de milhões de mortes. O objetivo da experiência Hitleriana era mostrar à humanidade a si mesma. No curso da história, vocês tiveram muitos grandes Mestres, que lhes forneceram oportunidades extraordinárias para lembrar Quem Realmente São, mostrando o máximo e o mínimo da potencialidade humana. Lembrem-se: a consciência é tudo, e cria a experiência. A consciência de grupo tem um grande poder e produz resultados maravilhosos ou terríveis. A escolha é sempre de vocês. Se você não estiver satisfeito com a consciência de seu grupo, tente mudá-la.
Um genocídio é sempre tal, tanto em Auschwitz como em qualquer outra parte do mundo.

N: Então, Hitler foi enviado para nos dar uma lição sobre os horrores que o homem pode cometer e quanto em baixo pode cair?

D: Hitler não foi enviado para ninguém, foi criado por vocês, pela sua consciência coletiva, sem a qual ele não teria existido. Esta é a lição. A experiência Hitleriana foi originada pela consciência da separação e de superioridade, de "nós" versus "eles". A consciência da Divina Fraternidade, da união, da Unidade, do "nosso" em vez de "minha" dá origem à experiência de Cristo. Quando a dor é "nossa" e não apenas "sua", a alegria é "nossa", e não apenas "minha", quando tudo é Nosso, então, a Experiência de vida é real.

5 commenti:

Anonimo ha detto...

é pra mim este deus é com D minúsculo, não é o mesmo Deus das escritura sagradas, era muito bom se fosse a assim o cara erra demais faz de tudo errado, e de todas as atrocidades conhecidas e quando morre, ainda ganha um premio de libertação e vai pro paraíso, fala sério em cadê a Justiça do Deus das Escrituras Sagradas, que tanto fala em Justiça, esse dai é bonzinho de mais pra não dizer o contrário.

Eliude Santana ha detto...

O problema da humanidade é esse. Tende a renunciar tudo que "é bom demais" e
Colocar em Deus os atributos humanos de vingança, ódio e guerras, com a desculpa de "justiça". Mas Deus é puro amor com qualquer sua criatura, nao importa o q tenha cometido; quer aceitemos ou nao. O livre arbitrio é intocavel mas as consequencias pelas nossas açoes sao só nossas e isso basta e sobra como "justiça". A propria biblia deixa isso bem claro com o exemplo do filho prodigo. Nao importa o q façam na terra. A festa ao seu retorno serà sempre a mesma pra TODOS. Logo, procuremis fazer sempre o bem pra obter boas recompenças AQUI. Pq no "cèu" como imaginamos, serà somente festa. A liberdade é sempre nossa pra aceitar isso ou nao.

Unknown ha detto...

Mano se fosse assim nao existiria inferno, mas existe, e saca so, matar e errado diz na biblia, e outra coisa entao por que que o demonio nao ta no ceu? Ele errou e deus perdoaria, e deixasse ele no ceu, manos, hitler esta ardendo no inferno, e vai arder pra sempre.

David Oliveros ha detto...

Mano se fosse assim nao existiria inferno, mas existe, e saca so, matar e errado diz na biblia, e outra coisa entao por que que o demonio nao ta no ceu? Ele errou e deus perdoaria, e deixasse ele no ceu, manos, hitler esta ardendo no inferno, e vai arder pra sempre.

danillo bertanha ha detto...

KKKKKKKKKKKK Voces se perguntam se o inferno existe? Não. nem capiroto, satanás, demonios etc... Assim como Hitler foi criado pela humanidade, o diabo tbm, e assim muitos contos de anjos caidos, pessoas endemonhadas etc... Tudo criação do homem. Para saber mais leia o livro Conversando com Deus, acho que fui uns dos unicos que comentam aqui, que já leu esse livro, leia primeiro pra entender um pouco mais do que vcs esqueceram da realidade de quem é realmente Deus. Assim como Eliude Santana disse O livre arbitrio é intocavel, mas até isso vcs modificaram