ES2

mercoledì 9 gennaio 2013

A Antártida foi visitada, antes de nós, por uma raça com visão interdimensional!



A novidade proposta aqui, é algo difícil de entender. São informações que irão fazer muitos revirarem os olhos e torcerem o nariz!

13.000 a.C. já havia uma civilização com uma cultura mais avançada da atual

Segundo o pesquisador Charles H. Hapgood, professor de História da Ciência em Keene College, New Hampshire (EUA), existe um documento descoberto em 1960, criado por Finaeus Oronteus em 1531, com um mapa-mundi que mostrava o hemisfério sul, evidenciando as regiões costeiras da Antártida, livre de gelo.
O documento sugere que a Antártida foi visitada e talvez colonizada, num periodo em que o clima era muito mais quente do que hoje, por uma civilização com avançado conhecimento técnico contemporâneo, do fim da última era glacial.

O cartógrafo mais famoso do século XVI, Gerard Kremer, em seu mapa de 1569, mostra partes da Antártida, os mares de Amudsen e Weddell e a península da Antártida na Terra da Rainha Maud. Isso demonstra, de acordo com Hapgood, que para produzir tal documento, Kremer teve acesso a registros básicos muito antigos. Outro cartógrafo francês do século XVIII, Philippe Buache, publicou um mapa da Antártida, em 1737, que também se supõe de ter sido baseado em outros mapas originais muito anterior, porque mostra o continente completamente sem gelo.
Somente em 1958, a nossa cultura teve conhecimento destes fatos, quando ocorreu a análise sísmica da região, durante o Ano Geofísico Internacional.

Em 13.000 a.C. já havia uma civilização com uma cultura bastante avançada.
Ao examinar esses documentos, se conclui que a Antártida foi constantemente visitada, explorada e mapeada por um período considerávelmente longo. Este periodo vai a partir da época em que o continente estava livre de gelo e tinha um clima temperado, até  cerca 4000 a.C., quando já estava no estado em que conhecemos hoje.
As implicações destes eventos são tremendas, porque provam que, sem sombra de dúvida, por volta de 13.000 a.C. havia uma civilização com uma cultura avançada o suficiente, para enfrentar longas viagens de navegação e pesquisa, possuidores de um colossal conhecimento cartográfico e matemática, triangulação geométrica e uso de trigonometria esférica, para produzir mapas com um alto grau de precisão.

Quais seres poderiam ter ajudado os nossos antepassados ​​a reunir informações tão importantes, que os conduziram a elaborar cartas geográficas tão complexas? Seriam  os deuses mencionados nos livros históricos, e até mesmo na Bíblia, que lutavam em navios aéreos usando artefatos semelhantes a armas nucleares, como os descritos no poema hindu Mahabharata? Quais seres ergueram a estrutura claramente artificial que vemos sob as águas do litoral japone de Yunaguni, que cobria toda aquela extensão de terra, mais de 10.000 anos atrás?

Quem construiu, por exemplo, as muralhasde Sacsayhuaman, com pedras que pesavam mais de 100 toneladas, e muitas outras construções que surpreenderam e intrigaram muitos pesquisadores históricos, que ainda hoje não entendem como os povos antigos, sem conhecer a roda, puderam manipular ferramentas e leis físicas, para obter resultados descritos? E o que dizer sobre as pedras colossais, encontradas em Baalbek, que foram transportadas por quilômetros, pesando 500 toneladas, representando uma façanha difícil, até mesmo para a nossa tecnologia atual de construção?
Não seria, por acaso, os deuses que vieram do céu para civilizar o homem, como revelou Ezequiel na Bíblia, em várias citações?
O que nós sabemos é que uma sabedoria muito mais avançado do que è admitida pelos ortodoxos, foi usado para criar os mapas mencionados e, um conhecimento comparável, talvez, ​​ao nosso, foram capazes de erguer as colossais construções européias no Novo Mundo, na época de sua descoberta.
Os sumérios, que descendiam diretamente dos Lemurianos, desenharam com precisão, o nosso Sistema Solar, que os nossos cientistas só começaram a "ver" no final de 1700. Isto é demonstrado no “Selo de Berlim”. No entanto, nunca tiveram um telescópio. Como se explica isso?
Erich von Daniken, autor do best-seller clássico de pseudociência “Chariots of the Gods? Unsolved Mysteries of the Past” escreveu que os antigos egípcios não tinham nem a inteligência nem as ferramentas suficientes para criar as grandes pirâmides de Gizé e, por isso, elas foram feitas por alienígenas… 

A novidade proposta aqui é inacreditável! Mas nem tudo é como pensamos que seja!

Descobrindo a interdimensionalidade
"Dimensionalidade é algo que os humanos percebem como um estado completo. Quando se expande fora da realidade 4D, você é sempre visto no limite da sanidade. Você vê anjos? (Relaxe. Todos os profetas também viam). Mas este tipo de experiência poderia te deixar em maus lençóis, na sociedade atual. Muitos te questionarão pelo fato de que você possa “ver” o que está além daquilo que a maioria pensa ser uma realidade completa.
A ciência admite que 11 dimensões representam a estrutura atômica normal (na verdade há muito mais do que isto), mas é permitido ver apenas 4. Veja mais do que isto e você é realmente estranho!

Suponhamos que um ser humano viva isolado em uma ilha, e que nunca tenha visto outra civilização, além de sua própria ilha. Digamos que esse indivíduo deixe-se vendar seus olhos para ser levado, como que por mágica, para um grande edifício em uma grande cidade. Então você o coloca em um elevador e retira sua venda. Enquanto você continua indo de andar em andar, abrindo a porta em cada um deles, o morador da ilha fica chocado ao explorar visualmente o que está do lado de fora da porta do elevador, em cada andar. Ele fica impressionado com o fato da sala do outro lado da porta mudar sua aparência toda vez que a porta fecha e se abre novamente! Como será que as pessoas do outro lado daquela porta poderiam mudar os móveis tão rapidamente? Portanto, o homem da ilha não compreende algo tão simples quanto um elevador, já que isso desafia tudo o que conhece, já viu ou experimentou. Então, a dimensionalidade é realmente relativa à sua experiência.
Se houver 12 maçãs e você ver apenas 4 não significa que as outras não existam. Se de repente você desenvolver a habilidade de ver mais uma maçã, não se surpreenda se ela lhe disser: "Oi, eu estava esperando por voce." Ela sempre esteve lá, esperando para ser descoberta. 
Lembre-se disto: a interdimensionalidade sempre esteve onde está, esperando ser descoberta. Não é algo que foi repentinamente criado.

Houve, no passado, uma raça antiga que tinha uma visão interdimensional.
Os Lemurianos tiveram uma percepção, dada a eles pelos Pleiadianos, que era equivalente a uma dimensão suplementar, comparando a vocês.
Faremos algumas revelações. Sabemos que falar para vocês de uma raça de humanos primitivos, que tinha uma percepção extra-dimensional, parecerá uma idéia exótica. Mas existem provas e agora eu vou lhes dar algo em que pensar: a raça mais antiga que está mais próxima do período de vocês, e que vocês têm acesso a alguns artefatos, são os sumérios, que viveram em uma época muito distante dos Lemurianos, mas que ainda tinham um pouco do conhecimento que os Lemurianos colocaram em sua cultura. Todas estas coisas aconteceram ao longo de milhares de anos. O desafio: vão dar uma olhada nos artefatos dos sumérios.

Antes de tudo, verão que os seus cálculos eram todos de base-6 [um derivado da matemática de base-12 e um princípio da natureza e da física real]. Em seguida, o artefato conhecido como o Selo de Berlim mostra claramente que eles sabiam tudo de seu sistema solar! Conheciam o movimento dos planetas e até mesmo que tinham anéis... tudo sem nenhuma evidência de que essa cultura possuisse qualquer telescópio.
Seus cientistas ririam disso e descartariam completamente a idéia de que eles podessem conhecer essas coisas. Lhe dirão que esta sociedade deve ter formulado suposições afortunadas. Mas não parece estranho que uma hipótese afortunada possa descrever um sistema solar, com tamanha precisão, até mesmo mostrando os anéis de Saturno? Seria algo altamente improvável.
Deixe-me lembrar-lhes que a sua ciência postulou que toda a estrutura atômica é interdimensional e que a sua idéia de realidade, como seres humanos, representa menos da metade do que realmente existe. Lhes foi dito, também, que quando se começa a estudar outras dimensões, tanto o tempo como a distância são quase completamente anulados, entrelaçados, em um estado quântico. Agora, voltamos aos Sumérios. Eles não tinham telescópios, no entanto, sabiam tudo sobre o cosmos. Como se explica? Se deve ao fato de que a "visão interdimensional" lhes permitia isto. Era absolutamente intuitivo, dentro de percepção deles, "conhecer" tudo o que estava ao seu redor. Nem o tempo nem a distância eram problemas para impedir de "ver" o sistema solar. Então, eles faziam intuitivamente aquilo que vocês realizam, usando sua tecnologia atual.
O mesmo se aplica para os Lemurianos, com alguma coisa a mais. Os Lemurianos não tinham só essa capacidade, mas também o conhecimento intuitivo do DNA interdimensional. Foi isto que os levou facilmente a construir o Templo do Rejuvenescimento, permitindo-lhes usar o magnetismo para alterar seus relógios biológicos. Eles "imortalizaram" seus corpos físicos e, em um estado interdimensional, ainda estão presentes nesta terra sob o Monte Shasta e em outros lugares.

Assim, entendam que nenhuma destas descobertas sumerianas precisavam de ciência avançada, como, talvez, vocês pensam, mas apenas de uma simples percepção que eles tinham, e que vocês não têm. Seria como uma sociedade de cegos,  improvisamente encontrando uma outra que pudesse ver. Se a cultura tem sido cega por séculos, seria surpreendente para as pessoas, encontrar uma antiga que possuisse a visão. Na realidade dos cegos, eles precisariam ir até uma montanha distante, para descobrir como è feita, mas quem possuisse visão, poderia "vê-la" à  distância! Esta é uma situação muito semelhante: uma percepção contra a outra.

Vocês estão começando a ativar aqueles pedaços e partes do DNA que sempre estiveram lá, mas que são interdimensionais e portanto não intuitivos para vocês. Portanto, no grande esquema das coisas, eles têm estado esperando por vocês. Vocês, agora, estão desenvolvendo uma nova consciência planetária e estão tendo auxilio. De uma certa forma, eles estão olhando para vocês agora, e dizendo: “Finalmente começam o despertar!”  Dizem, “Nós não somos incomuns e não somos estranhos. Somos apenas uma dimensão que desperta". 

Através da intenção, cada Ser Humano pode despertar a parte do DNA interdimensional

Todo o planeta está despertando. Este despertar não faz muito barulho, porque não há campanhas publicitárias ou programas de televisão para anunciar isso. Ocorre lentamente. Começou a crescer em 1987, e vocês estão sentindo isso agora. A humanidade hoje, está muito mais consciente desta mudança do que antes.
Seu DNA tem componentes e características que simplesmente são invisíveis em 3D. No passado, eu disse que aquilo que, no momento, escapa aos esforços da ciência, o que realmente mudaria tudo, é um instrumento que medisse um campo interdimensional.

Nós lhes dissemos que o DNA carrega uma quantidade incrível de energia e de informações invisíveis. Através da intenção, cada Ser Humano pode se despertar a ponto de se conectar àquela parte quantica do DNA. Vocês podem despertar o seu DNA interdimensional, com a intenção.

Vocês trazem consigo, fragmentos e partes da linhagem de um outro planeta e de outras áreas do Universo. É apropriado. É maravilhoso. É amoroso. Tudo isso está presente em seu DNA e, para que assim seja, tem de ser uma energia quântica.
A ciência não reconhece, porque não pode ver o campo, mas o DNA é a consciência Humana e o cérebro, é apenas a ferramenta 3D das sinapses que fornecem a ponte para a vossa realidade".
Kryon

Leia a surpreendente:  "História completa da humanidade" 
TRAILER:  

Nessun commento: