martedì 9 giugno 2009

Deus quer que você seja rico


Esiste, veramente, una scienza per diventare ricchi! - - Italiano



Hoje, qualquer um pode ser rico. Sabe por que?


Nós, seres humanos, temos o direito de sermos ricos. Isso é uma determinação divina. A alma anseia em experimentar a nossa mais alta expressão de vida. Mas quem é pobre e infeliz por isso, nunca poderá dar uma sincera e total alegria à alma. Não há nada de errado em querer ser rico. O desejo de ter riquezas é um desejo louvável. A pessoa que não deseja viver com mais abundância é anormal, então quem não deseja ter dinheiro suficiente para comprar tudo o que quer é anormal. (Wallace)
O primeiro passo é saber qual o sentido real do dinheiro. O dinheiro é pura energia vital, da qual nós também somos feitos. É simplesmente o modo mais conveniente para se trocar energia com outros na nossa sociedade. Trocamos aquilo que possuimos, bens, serviços, com aquilo que desejamos obter. Não é mais necessário levar nossos gados ao mercado para ser trocados por cereais.
O segundo é ver o dinheiro simplesmente por aquilo que ele é, simplesmente como meio de troca, representativo do fluxo de energia que está por tras dele. Nada mais, nada menos. Não é mal nem bom, essencialmente; não é responsável pelo uso que se faz dele, logo, o dinheiro não faz ninguém sofrer pela sua falta. Ele responde simplesmente à energia a monte, à energia da pessoa que o possue e o gasta. Logo, para atrair um maior fluxo da energia do dinheiro, é necessario fazer um ajustamento energético nos próprios pensamentos e no próprio ser. Somos nós que devemos controlar o dinheiro, não o contrário. Esse ajustamento interior irá facilitar sensivelmente, a eliminação das crenças limitantes, adquiridas durante a nossa vida, com relação à obtenção do dinheiro: raiz de todo mal, rico não entra no céu, rico é avarento...etc.

A nível racional, pensamos que isso não interfere em nada, mas a nível subconsciente, esses filtros limitantes estão alí bem enraizados e bem vivos, prontos para combater qualquer movimento seu em direção à riqueza. Quando você diz: "quero dinheiro, quero ser rico", note que a nível profundo, quase sempre, sai uma vozinha que joga areia no brinquedo: você é materialista, você só pensa em dinheiro, isso não é lícito...
Mas saiba que é perfeitamente correto que você deseje ser rico; se você é uma pessoa normal, é inevitável ser assim. É perfeitamente correto que você dê o melhor de sua atenção ao estudo para a conquista da riqueza, pois é o mais nobre e o mais necessário dos estudos. Se você negligencia este estudo, está abandonando seu dever para consigo mesmo, para com Deus e para com a humanidade – pois não há serviço maior que se possa prestar a Deus e à humanidade que fazer o melhor de si próprio. Procure melhorar a sua auto-estima. Eliminar completamente do pensamento que não é merecedor de tanto dinheiro. Afinal, basta o necessário para sobreviver e não ter que morar debaixo da ponte. Isso é um erro. O direito do homem à vida é o direito de ter acesso livre e irrestrito ao uso de TODAS as coisas que possam ser necessárias ao seu mais completo aprimoramento mental, espiritual e físico – em outras palavras, o direito de ser rico. Ser rico de verdade. E isso não significa estar satisfeito ou contentar-se com pouco. Nenhuma pessoa deveria se satisfazer com pouco se é capaz de utilizar e tirar proveito de mais. O propósito da Natureza é o avanço e o aprimoramento da vida, e toda pessoa deveria ter tudo aquilo que pode contribuir para a força, elegância, beleza e riqueza da vida; contentar-se com menos é um pecado.“Onde houver possibilidade não expressa, ou função não utilizada, haverá um desejo não satisfeito. Desejo é a possibilidade buscando sua expressão, ou função buscando sua utilização”. (Wallace)

“A vida avançou a tal ponto, e se tornou tão complexa, que a pessoa mais comum precisará de uma grande riqueza para viver de um modo digno. Cada pessoa, naturalmente, quer se tornar tudo aquilo que é capaz de se tornar; esse desejo de realizar possibilidades inatas é inerente à natureza humana. O sucesso na vida é se tornar o que você quer ser; você só poderá se tornar o que quer se fizer uso de coisas, e você só poderá usar livremente as coisas quando se tornar rico o bastante para comprá-las. Existe uma Ciência de ser rico, e é uma ciência exata, como álgebra ou aritmética. Há certas leis que governam o processo de adquirir riquezas; uma vez que essas leis sejam aprendidas e obedecidas, qualquer pessoa ficará rica com certeza matemática.

Fonte natural da riqueza: o pensamento”

Existe uma matéria pensante no Universo, chamada Substância Original ou Disforme, a partir da qual todas as coisas são criadas. Podemos imprimir o próprio pensamento nessa Substância e ela irá plasmar esse pensamento ou desejo, transformando em matéria.
O Pensamento é a única força capaz de produzir riquezas palpáveis a partir da Substância Disforme. Essa matéria da qual todas as coisas são feitas é uma substância pensante, e o ato de pensar em uma forma, dentro dessa substância, produz a forma pensada.
É a vontade de Deus que você enriqueça. Quer que fique rico porque Ele poderá se expressar melhor através de você se você tiver muitas coisas para usar e dar a Ele expressão. Ele pode viver mais em você se você tiver comando ilimitado dos meios da vida. O universo deseja que você tenha tudo que quer. A natureza é a favor de seus planos. Tudo existe para você, naturalmente. Convença-se de que isto é verdade. É essencial, no entanto, que o seu propósito esteja em harmonia com o propósito do Todo.
Logo, formar uma imagem mental clara e definida daquilo que se deseja ter e manter essa imagem mental nos próprios pensamentos é o processo fundamental, através do qual pode-se imprimir o pensamento dentro da Substância Disforme, colocando assim, em movimento a força criativa.

Fonte: A ciencia de ficar rico (Wallace) – Metraton – Através Reniyah

1 commento:

BLOG DO PROFEX ha detto...

Eliude, acredito que Wallace deixa claro no seu livro tem a ver com ver o merecimento e progresso em bases naturais. Tudo o que existe é bom e concorre para o bem e o dinheiro...também.
Um grande Abraço!