mercoledì 16 giugno 2010

Importante: A cura através do Magnetismo e Polaridade



"Na natureza, tudo é vibração, em particular a vida celular, que è ameaçada, no caso de desequilíbrio oscilatório. Cada célula viva é um pequeno circuito oscilante que desempenha o papel de um motor- receptor de ondas. As vibrações de todos os circuitos oscilantes do corpo são dependentes de ondas electromagnéticas "(Web)

"É bem conhecido que o sistema nervoso é, essencialmente, um sistema electroquímico. Nossas células estão também conectadas por ligações electroquímicas, que formam  circuitos, em que a corrente deve fluir livremente.
Quando o corpo é saudável o sistema elettrobiochimico  é carregado, equilibrado e é livre para fluir. A doença também pode ser o resultado de um sistema de energia com baixa carga, desequilibrado e bloqueado, o que provoca a estagnação neurológica e circulatória.

Sabemos que a Terra tem dois pólos geomagnéticos, a partir do qual a agulha da bússola é atraída e o homem sabe disso há vários séculos. De uma maneira semelhante à da Terra, um íman possui pólos. Portanto,  o corpo humano tem a sua polaridade e um fluxo magnético que vai da cabeça aos pés.
Para que o corpo esteja num estado de saúde ótimo, o campo magnético tem de ser capaz de fluir livremente e de uma forma natural. Um bloco no campo magnético, no músculo  ou tecido ósseo,  pode criar uma zona de estagnação com vitalidade reduzida ". (Web)

A pergunta que surge espontaneamente è: se o equilíbrio magnético é tão importante para a saúde, por que a polaridade do corpo humano nunca foi medido pelas unidades de saúde?

A Bipolaridade do corpo Humano
"Ao entrar nas suas “modernas” instalações médicas, não encontrarão alguém que meça a polaridade e o equilibrio magnetico dos seus órgãos. Em nenhuma parte encontrarão alguém que seja capaz de fazer ajustes. No entanto, essa polaridade e o equilíbrio do órgão é algo crítico para a sua saúde. Como podem os cientistas deixar de dar atenção a isto quando medem a eletricidade dos músculos ou do cérebro, e quando traçam o mapa dos fios do seu corpo para ver os resultados da sinapse no seu pensamento biológico? Tudo isto é magnetismo. Falei-lhes que devem “adestrar o campo magnético”, em que se “sentam” , pois isso é vital para o seu organismo, pois o magnetismo foi desenhado e criado para a sua biologia. Os viajantes do espaço devem levá-lo consigo, caso contrário, morreriam. No entanto, isto continua sem ser reconhecido ou compreendido. A polaridade do corpo humano está em conjunção com a polaridade da Terra. Se estiverem perfeitamente equilibrados, e as polaridades forem corretas, não deixarão que se instale a doença.

Cientistas, escutem:
"Como é possível que aqueles que pertencem a outras culturas alcancem grandes curas humanas com tanta freqüência, e de formas tão estranhas? Não merece isto uma verdadeira investigação, ou por acaso descartaram a sua existência só pelo fato de que não se encaixa em um modelo? Como é possível que o corpo humano possa eliminar milagrosamente a doença por si mesmo, quase da noite para o dia? Existe uma documentação consistente sobre isto, e é relacionada com a energia do pensamento. O que vocês fazem com isto? Ignoram-na? Também existem co-relações consistentes relacionadas com os atributos magnéticos envolvendo o comportamento e a saúde humana. Fixem-se nelas. Finalmente, comecem a compreender como são as coisas com relação à polaridade e ao magnetismo, no âmbito da saúde. Isto será imensamente útil e lhes proporcionará ferramentas capazes de aumentar o seu período de vida, agora. Trata-se de uma tecnologia antiga. Voltem a descobri-la...
Como é possível que não desejem investigar estas coisas aparentemente intangíveis? Isto não é uma advertência, mas um verdadeiro questionamento, pois, de fato, existe uma razão pela qual não investigam estas coisas. Há responsabilidade espiritual conectada com estes descobrimentos, mas este é um tema completamente diferente...

Como descobrir esta polaridade
Cada órgão tem a sua própria polaridade, que é interativa com o órgão adjacente. Aqui há complexidade, pois existem duas categorias de polaridade: a absoluta e a relativa. A polaridade absoluta é como um dipolo, ou seja, que o alinhamento positivo e negativo permanece igual, independentemente da inclinação física do humano. A polaridade negativa é aquele tipo de polaridade que muda com a inclinação do humano. Existem dois órgãos principais com polaridade relativa: a pele humana e o cérebro. Todos os órgãos polarizados responderão à polaridade do planeta.

A Alemanha possue o instrumento de medição da polaridade!
Não é nenhum mistério saber como isto é feito, pois voces já sabem há mais de quinze anos. É medida através das impressões digitais, o que não constitui nenhuma surpresa para muitos. O instrumento com o qual se consegue fazer isto está atualmente disponível na Alemanha. Poderia introduzir aqui uma digressão e lhes falar mais sobre a Alemanha, mas permita-me dizer só isto, algo que muitos de vocês têm suspeitado: a Alemanha é o lugar deste planeta que possui uma das semelhanças e atributos mais fortes e em comum com o tempo anterior da glaciação, no lugar que vocês chamaram de Atlântida. Como recordarão, a Atlântida teve a ciência canalizada mais elevada, jamais conhecida pela humanidade, apesar de que ela existiu juntamente com a escravidão.
Aqueles que possuem este instrumento de medição da polaridade na Alemanha devem se dispor a mostrar o instrumento e deixar que a ciência médica moderna coloque-o à prova, se é que estão lendo estas palavras. Já é hora. (Se ainda nao o fizeram).
Alguma desta informação pode parecer estúpida ou não científica para muitos de vocês. A verdade continua sendo a verdade, independentemente do que vocês escolherem acreditar. Quanto tempo faz que não acreditavam nos micróbios? Lavar o doente era considerado uma estupidez antes de submetê-lo a uma cirurgia. A verdade da sua saúde permanece constante. Só mudou a sua aceitação, pois antes o fato de não lavar o doente era aceito como normal e agora é visto como uma estupidez.

Movimento
O movimento é uma ação crítica para a sua compreensão. Quando os animais da Terra nascem, muitos de vocês os observam com respeito, pois possuem instintos e intuições que parecem desafiar o que são. Conhecem os seus predadores. Apenas saem do útero e já sabem onde se esconder, conhecem seus predadores. Sabem onde está a comida, e tudo isto aparentemente sem aprendizagem alguma, como se fosse uma “lembrança”, por assim dizer (alguns deles também possuem a navegação magnética, uma união direita entre os campos magnéticos biológico e da Terra, no nível molecular).

Observem as crianças.
No início, quando chegam, contêm alguns dos instintos e intuições que trouxeram consigo lá do conhecimento prévio, do Espírito. Ainda não foram desenvolvidas as programações, e a cultura que lhes rodeia não lhes influenciam. Uma das primeiras coisas que as crianças desejam fazer quando adquirem mobilidade suficiente, consiste em se virar, ainda que não tenham a capacidade de caminhar. Isso não é nenhuma casualidade. Por que fazem isto? Porque, intuitivamente, sabem que é necessário para equilibrar a polarização dos seus órgãos. Quando adquirem mobilidade suficiente para se levantar e começar a correr, o que é que fazem? Utilizam as mãos e traçam círculos (observem qual direção seguem).
Algumas destas coisas podem parecer infantis ou estúpidas e nem um pouco científicas, mas são a verdade. O movimento é crítico para o equilíbrio. A direção do movimento tem propósito. Para aqueles que se mostrarem céticos ao ler isto, descreverei porque funciona, pois já é tempo de que saibam destas coisas. quem vive acima do Equador ou do paralelo zero, se houver um movimento giratório para a esquerda (no sentido contrário aos ponteiros do relógio), isso é um empuxo ligeiro para a sua polaridade. Ou seja, isso equivale a uma “rotação suave”. É bom para a saúde, e ajuda a conservar o equilíbrio. Acima do paralelo zero, um movimento para a direita (no sentido dos ponteiros do relógio) é para a cura, pois há muito mais energia desenvolvida através desta rotação para a direita. O contrário para aqueles que estão abaixo, tal como vêem a Terra nos seus mapas, abaixo do paralelo zero. Por que isto é assim, poderiam perguntar. Vocês têm polaridade. E pode ser medida. Uma parte dela aparece em forma de dipolo simples, ou seja, mais e menos, como um imã.
O que acontece no planeta quando pegam uma barra de ferro imantada e a movem de uma forma repetitiva, uma contra a outra, várias vezes, dentro das linhas de influência de outro campo magnético maior? Conhecem muito bem a resposta, pois utilizam este fenômeno diariamente, ou o contrário, porque isso cria energia, que vocês chamam de corrente. E, devido ao fato de que a utilizam diariamente, também têm que admitir que existe e que é mensurável. Ao girar, é criada energia. Há corrente, e há equilíbrio. Funciona acima e abaixo do paralelo zero, e não necessariamente devido à rotação do planeta, mas porque acima do paralelo zero há uma influência positiva do dipolo gigante, e abaixo há uma influência negativa. Essa é a razão pela qual funciona. O movimento é o catalisador do equilíbrio.

O Universo é bastante literal. Nem tudo é o que parece, dentro de uma realidade 3D na qual os humanos vivem, mesmo quando você acredita que pode ter encontrado a resposta para um mistério. Primeiro tem que descartar todas as suposições baseadas na Terra. Isso é, basicamente, o que está errado com todo o seu método científico atual.
Ofereci ocasionalmente, informação que é valiosa para as explicações das coisas, as quais agora são refletidas. Falei de um fenômeno que, indubitavelmente, está sendo estudado agora pela ciência, mas sobre o qual, talvez, não se publique nada. Há uma energia muito alta, de raios gamas curtos, que estala e choca contra a sua atmosfera. É uma solução espiritual, algo que não é de todo insólita na sua física, pois o espiritual está eternamente unido com o físico. O espiritual constitui a base da sua ciência, e estabelece as regras para as observações que vocês fazem diariamente.

Alguns de vocês empregam uma enorme quantidade de energia e de riquezas na empreitada de solucionar fenômenos não explicados, ou de encontrar os significados místicos de objetos e estruturas que foram deixados propositalmente para que vocês mesmos reflitam sobre eles. Isso faz parte do seu enfoque intelectual humano com relação ao descobrimento aparente, com a pretensão de saberem algo sobre si mesmos, se chegarem a conhecer todas estas coisas. Também representa essa parte de vocês que deseja a verificação daquelas coisas que não compreendem, do ponto de vista de uma base humana lógica, de modo que possam se relacionar melhor com a totalidade da imagem.
Continuam sem compreender como funciona o seu cérebro, mas não podem negar a sua viabilidade apenas pelo fato de que não podem explicá-la. Naturalmente, a ironia de tudo isto é que têm que usá-lo para questioná-lo.

Com relação à ciência da Terra
Quero dizer que o seu método científico está atrasado, se comparado a como deveria ser. Na verdade, está virado do avesso, por assim dizer. Deveriam contemplar todos os fenômenos, por mais estranhos que possam parecer, e deveriam projetar a pergunta: existe alguma co-relação consistente dentro destes fenômenos que exija uma maior investigação? Ao invés disto, vocês se limitam a olhar aquilo que já sabem, e a partir daí extraem suposições que só encaixam com aquilo que jà compreendem (ou que acreditam compreender). Aplicam as suposições para estas coisas que observam ao seu redor, e se os seus pequenos postulados não encaixam com o que está acontecendo realmente, com freqüência, descartam o fato completamente. Isto não é sensato.
Eis aqui um exemplo: com este método, descartaram efetivamente o equilíbrio dipolar natural dos órgãos do corpo humano, como também ignoraram a forma de medi-lo e de equilibrá-lo, apesar das provas estarem ao seu redor, como sempre estiveram, durante séculos. Como podem ignorar algo que é tão evidente?

Quanto tempo vocês levarão para aprender a trabalhar para trás, a partir dos fenômenos gerais? Deveriam dizer para si mesmos: este fenômeno, por mais estranho que possa parecer, merece ser investigado, porque está aí, e parece ser consistente. Se existe uma co-relação dentro do seu funcionamento com algo que seja de valor humano ou que tenha um valor para a Terra, qual é então o seu funcionamento? Ao invés disto, dizem: “As coisas que estudei e compreendi funcionam de uma determinada maneira, e descobri o básico com relação ao porquê. Ao aplicar a minha compreensão a grandes fenômenos inexplicáveis, ela não se encaixa, pelo que nego a existência da realidade dos novos fenômenos”. Percebe o retrocesso que isto significa? A totalidade, o maior, deveria ditar o estudo das partes que a fazem funcionar. Ao invés disto, vocês se dedicam a examinar as partes individuais, e acabam extrapolando a totalidade, o suposto funcionamento universal.

Recordem isto:
Quanto mais se aproximarem da verdade física real das coisas, tanto mais próximo estarão dos princípios espirituais básicos. Se o seu sistema de crenças descarta o espiritual e considera que não tem sentido na ciência, então não demorarão em alcançar um ponto morto pessoal... Estão se dirigindo muito rapidamente para uma ponte e contra um muro. A primeira é revelação e o segundo é ignorância.
Nenhum de vocês tem que se converter repentinamente em espiritual ou “estranho” para cruzar esta ponte; a única coisa necessária é ter uma mente aberta para todas as possibilidades, e não só para aquelas que parecem aceitáveis para vocês...  (Kryon)
Leia também: O DNA “sabe " –foi projetado para alongar a vida!  - Cap. VI

1 commento: